Header Ads

Big Brother: Mãe de André Filipe foi internada em estado vegetal


André Filipe, bem como a progenitora e a avó participaram de uma reportagem especial emitida no Extra do Big Brother – A Revolução desta quarta-feira, 9 de dezembro. Um dos concorrente mais polémicos do reality show da TVI permaneceu apenas 10 dias na casa mais vigiada do País, mas a sua passagem não deixou ninguém indiferente. O “guru do Barreiro”, como é conhecido, foi expulso do reality show depois de ter partido várias coisas no jardim da mansão da Ericeira. Seguiram-se 20 dias de internamento devido a um surto psicótico: primeiro no Hospital de São José, em Lisboa, e depois no Hospital do Barreiro.

“Era um misto de emoções… Pensava muito também no que é que estava a passar cá para fora. Sentia que a minha pessoa estava a dar muita polémica cá fora, sentia as energias. Queria dar tudo de mim e acabei mesmo por dar, sem descansar. Às vezes as coisas boas levam-nos ao fundo do poço”, começa por dizer.

André Filipe arrependido do «último momento no Big Brother»

Olhando para trás, André Filipe arrepende-se do seu “último momento no Big Brother, o do jardim”. “Devia ter feito as coisas de outra maneira”, lamenta, com a voz embargada, acrescentando: “O meu objetivo não era partir o jardim, o meu objetivo era fazer uma revolução. Senti-me triste porque estava a sentir que não estava a ser bem aceite pelos meus colegas.” Aquele que se apresenta como ator e realizador admite que errou e que a sua “missão não foi cumprida no Big Brother”. “Não devia ter feito isso”, afiança.

Já Hélia, a mãe, defende, acima de tudo, que “só quem está lá dentro [do reality show] é que sabe”. Porém, “se fosse hoje tinha-lhe dito para não levar o jogo tão a sério”. “Senti que após 10 dias já estaríamos com quase dois meses de programa, porque muita coisa aconteceu derivado ao André. No entanto, muita coisa ficou por mostrar”, afirma.

Toda esta situação foi muito difícil para a avó do ex-concorrente: “O meu pior dia foi quando vi aquelas imagens. Fiquei mal, muito mal mesmo. Não consegui ver tudo até ao fim!” A familiar do jovem não tem dúvidas. “Não era ele. Viveu tudo muito depressa e quis fazer tudo ao mesmo tempo.”

O internamento na ala psiquiátrica do Hospital do Barreiro

Assim que deixou a mansão, o jovem foi internado. Passou uma noite no Hospital de São José, em Lisboa, e depois foi transferido para a ala psiquiátrica do Hospital do Barreiro. A mesma onde a mãe chegou a estar, no passado, internada. Saiba tudo:

Continuar a ler

“Ele foi parar ao sítio onde a mãe esteve. Mas vê-lo na mesma sala, no mesmo sítio, para mim, foi pior do que aquilo que ele fez lá no ‘Big Brother'”, frisa a avó de André Filipe. “A vida é injusta, muito injusta”, remata.

“A minha mãe esteve internada muitos anos na psiquiatria, ano após ano… chegava a tomar mais de 20 comprimidos por dia. Ela estava em estado vegetal, não era a mãe carinhosa. Eu é que tinha que cuidar dela”, recorda o ex-concorrente do “jogo da vida real”. Por sua vez, Hélia revela que foi muito complicado vê-lo internado, até porque fez com que se recordassem do passado. “Marcou-me imenso”, atira.

«Sentia-se preso, como se tivesse acabado a sua liberdade»

Aquele que, no reality show, comeu bróculos crus para “salvar” os colegas, confessa que não entendia o porquê de estar ali internado, revelando que tudo não passou de um problema gerado pela privação do sono. “Não estava a entender por que é que eu estava ali fechado… 20 dias. Ainda por cima ‘internamento covid’, estive sete dias sozinho, fechado num quarto, sem ninguém. Chorei muito, não consigo estar preso muito tempo”, recorda.

Devido à pandemia da covid-19, a progenitora não podia visitar o filho. “Lembro-me de o André vir à janela e de começar a chorar e a pedir-me para eu pedir aos médicos para ele sair. Sentia-se preso, como se tivesse acabado a sua liberdade”, conta.

Por fim, André Filipe garante que “ainda não” se sente “feliz a 100% por causa desse falhanço no ‘Big Brother'”. No entanto, espera ter uma segunda oportunidade, confessando que gostava de participar no “Big Brother – Duplo Impacto”, com estreia agendada para o dia 3 de janeiro. Já a mãe revela que só há pouco tempo é que o jovem começou a desabafar consigo. “Sente-se impotente, sente uma grande tristeza, questiona-se por que é que isto tudo aconteceu”, confidencia.

Para Hélia, toda esta situação deu para perceber realmente, quem está do seu lado. “Infelizmente, cheguei à conclusão que até pessoas da família não conheciam bem o André. Isso deixou-me com uma grande tristeza. Sempre me preocupei com as pessoas que estavam ao meu redor e fiquei sempre para trás”, termina, com as lágrimas nos olhos.

Com tecnologia do Blogger.